Categories: Cultura, Trabalho & Estudo

Como viajar trabalhando: 5 possibilidades que abrangem diversas profissões

Oi pessoal, tudo bem? Hoje vim falar de viagens e de como é possível viajar, você não tendo muito dinheiro. Se você quer viajar, conhecer muitos lugares, adquirir mais cultura, não é a falta de dinheiro que vai te impedir, não é mesmo? Eu sei que a primeira idéia quando pensamos em viagem, vem o fator dinheiro, mas hoje vim mostrar algumas oportunidades de você viajar trabalhando, e como talvez eu tenha muito o que explorar sobre esse assunto, eu vou dividir em mais posts.

Eu sou graduada em Turismo e viajei bastante a trabalho,assim como uma aeromoça viaja bastante por consequência do seu trabalho, mas se você não é formado em Turismo ou não é aeromoça(o), vou apresentar cinco alternativas para quem é de outras áreas:

Cruzeiros marítimos: Muito se fala sobre cruzeiros, bem e mal. Na verdade tem o seu lado positivo e negativo. Todos trabalham muitos nos navios, desde posições mais baixas até as mais altas. O que diferencia é as regalias, que algumas posições tem e outras não. Mas há possibilidades em diversas áreas, um cruzeiro nada mais é que um grande hotel flutuante. E outra pessoal, não tem nada de condições precárias, os navios possuem instalações muito boas, as cabines tem banheiro privativo, água quente, cama, mesa de estudo, guarda-roupa, ar condicionado, televisão, frigobar. O tamanho das cabines diferencia conforme o navio, o cargo que a pessoa ocupa, mas o básico de conforto você vai ter, independentemente da sua posição.
Duração do trabalho: pode ser de seis, oito meses em média.
Áreas de trabalho: Educação física, gastronomia, fotógrafo, engenharia, eletricista, TI, Letras.

Worldpackers: Eles oferecem programas de viagem, por troca de trabalho (voluntário, ongs, hostels,projetos relacionados com a natureza), há um custo porque passagens, seguro saúde, visto, é por conta da pessoa. As hospedagens são em hostels e o Worldpackers diz dar muito suporte, em caso da pessoa não gostar onde ficou.
Tempo de estadia: pode variar, tem programas de uma, duas semanas…
Área de trabalho: Bom para quem está cursando qualquer área, os programas com crianças é interessante para quem cursa Serviço Social.

WWOOF: (World wide opportunities farm): Também outro intercâmbio em troca de trabalho, mas em fazendas, aprendendo sobre agricultura, trabalhando no plantio e colheita, entre diversas atividades no campo, o WWOOF é o intermediador dos voluntários e anfitriões. A estadia pode ser de sete, sessenta dias, tudo depende de negociar com os produtores. Vale a pena, levando-se em conta que nas viagens um dos maiores gastos é com estadia, e nesse caso o trabalho é a troca.
Tempo de estadia: Pode variar, uma semana, vários meses…
Área de trabalho: Legal para quem está cursando engenharia ambiental, agronomia, ecologia, ciências rurais, gestão ambiental.

Au Pair: Conheço pessoas que trabalhavam cuidando de crianças na Irlanda, Estados Unidos…ouvi experiências boas, pessoas que se davam bem com a família e moravam na casa. Havia flexibilidade para sair e ter tempo mais livre.
Tempo de trabalho: também depende, pode ir de seis, nove meses.
Áreas de trabalho: para quem quer seguir qualquer área, e gosta de crianças.

Artista circense: Uma vez conheci uma moça em São Paulo, em um curso que eu estava fazendo, que havia voltado pouco tempo do exterior, trabalhava como artista em um circo, que estava na África. Fiquei um pouco impressionada com o que ela contava, dormia em containers, comprou o próprio ar condicionado, que sem um, dizia ela, impossível dormir. Viagens de trens com o circo, relato de uma vida bem nômade mesmo, de mutas viagens e muito trabalho também.
Tempo de trabalho: Os circos oferecem contratos temporários.
Áreas de trabalho: atores, acrobatas, músicos, cantores, bailarinos, técnicos de som e iluminação.

Fabiane Alves

Comentários via Facebook

Deixe um comentário